Cemig patrocina revitalização da Casa do Jornalista em BH

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um dos principais centros culturais de Belo Horizonte, a Casa do Jornalista, será revitalizado nos próximos meses com o apoio da Cemig. Por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, a Cemig vai destinar recursos para a primeira fase da obra que vai modernizar e ampliar a capacidade do local em 50%, passando a comportar 180 pessoas.

A Casa do Jornalista é um espaço cultural multiuso, voltado para música, fotografia, artes visuais, literatura, artes cênicas, audiovisual e arte digital. Apesar do nome, o espaço não se restringe ao público ligado à imprensa, e também é utilizada pelos mais diversos grupos culturais.  Mensalmente, milhares de pessoas passam pelo local em diversos eventos. Criado na década de 1960, a Casa do Jornalista fica localizado na sede do Sindicato dos Jornalistas, na região central de Belo Horizonte.

- Continua depois da publicidade -

O presidente da Casa do Jornalista, Kerison Lopes, foi empossado nesta quinta-feira (28/6), durante cerimônia que contou com as presenças do secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, e do diretor de Relações Institucionais e Comunicação da Cemig, Thiago de Azevedo Camargo. “A Cemig foi a patrocinadora que entendeu a importância da Casa do Jornalista, que não beneficia não só os profissionais da imprensa, mas toda a população. Com esse apoio, acreditamos que  a importância do local para a cultura de Minas Gerais”, afirmou Kerison.

Para o diretor de Relações Institucionais e Comunicação da Cemig, Thiago de Azevedo Camargo, a Lei de Incentivo à Cultura de Minas Gerais é um mecanismo importante para que empresas possam contribuir  com os projetos culturais no estado. “Todos sabemos que a Cemig sempre esteve engajada na promoção cultural e na preservação do patrimônio histórico e cultural mineiro. E a possibilidade de fazer repasses por meio de leis de incentivo é uma das formas pela qual a companhia participa ativamente desse processo”, comentou. Anualmente, a companhia apoia mais de 500 projetos em todas as regiões do estado.

Thiago de Azevedo Camargo aproveitou a oportunidade para destacar a importância da imprensa para a democracia no Brasil. “A liberdade de imprensa e de expressão é a base da democracia e por isso está  resguardada pela nossa constituição. Quanto mais forte, mais soberana e plural a imprensa, mais protegida estará a sociedade em seus direitos. Todos nós temos responsabilidade nesta questão. É preciso apoiar e valorizar os jornalistas, que têm a responsabilidade de ajudar a sociedade a informar-se, garantindo o acesso e a democratização da informação”.

Ampliação

O projeto de revitalização está previsto para ser executado em duas fases. A primeira é a revitalização do Espaço Cultural Casa do Jornalista, que será reformado, modernizado e ampliado. Ele passará a contar com entrada independente, pela Rua Espírito Santo, além de ar condicionado, palco e telhado novos, além de cobertura lateral. Sua capacidade passará de 120 para 180 pessoas.

A segunda parte é a criação de uma passagem pública ligando a Avenida Álvares Cabral à Rua Espírito Santo. Será um espaço público, coberto, que dará acesso a três lojas que serão construídas na Casa do Jornalista, com área total de aproximadamente 150 metros. O projeto é do arquiteto Gustavo Penna. Essa fase do projeto está sendo negociado com uma construtora, que está concluindo um edifício vizinho à Casa, na Rua Espírito Santo, e demonstrou interesse na criação da Travessia.

Fonte: Agência Minas

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -