Caso Gabriel: Equipes da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros realizam buscas no Rio Paranaíba

Altamir Fernandes foi até o local onde o corpo teria sido desovado. Até o momento nada foi encontrado.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

 

Foto: Polícia Civil

Altamir Fernandes, envolvido no homicídio de Gabriel Caetano, prestou depoimento ao delegado Érico Rodovalho na manhã desta terça-feira (23) em Patos de Minas. O homem que é conhecido na cidade pelos seus trabalhos de segurança e salva-vidas afirmou que o corpo do jovem de 18 anos foi jogado da ponte Ponte do Bigode que fica sob o Rio Paranaíba.

De posse das informações, uma equipe da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros se deslocou até o local e realizaram buscas. O Sistema Prisional conduziu Altamir até a ponte, onde ele relatou em detalhes como procedeu. Segunda a versão, ele retornou ao local que haviam deixado o corpo próximo a Arraial dos Afonsos no outro dia após o crime e colocou o corpo dentro de dois sacos de lixo, amarrando com fita e jogou dentro das águas.

As buscas foram realizadas, porém sem êxito. O Corpo de Bombeiros irá dar um parecer a respeito do caso e as buscam podem ser encerradas.

Saiba mais: Altamir conta o local onde está o corpo de Gabriel Caetano e se diz arrependido

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS