Caseiro é morto na zona rural de Carmo do Paranaíba-MG

Até o momento, ninguém foi preso. Crime será investigado pela Polícia Civil.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Júlio Cesar (Tô na Mídia CP)

Um idoso de 61 anos foi morto com golpes de faca, numa fazenda, no município de Carmo do Paranaíba. O crime aconteceu por volta das 14h da última quinta-feira (13/08) em uma propriedade que fica há aproximadamente 12 km do Distrito de Quintinos. A vítima, que era caseiro, trabalhava com carvoeira e teria sido morto por ex-funcionários, por causa de desavenças, devido a acertos financeiros. O corpo de Isac Nunes Gontijo foi encontrado por um vizinho, que após localizá-lo acionou a Polícia Militar.

Foto: Júlio Cesar (Tô na Mídia CP)

Assim que chegaram ao local, os militares depararam com a vítima caída, dentro de um curral, já sem os sinais vitais. Como Isac morava sozinho, nenhuma pessoa presenciou o homicídio. Durante buscas por informações que levassem aos autores do crime, os militares foram informados por uma testemunhava que mora próxima da fazenda onde aconteceu o homicídio, que Isac tinha lhe confidenciado que estava sendo ameaçado por dois indivíduos, que ele tinha contratado para trabalhar com ele na carvoeira.

- Continua depois da publicidade -

O vizinho disse, inclusive, que por volta das 14h avistou uma motocicleta saindo da fazenda em alta velocidade, sendo que algumas horas depois notou que os animais bovinos, da propriedade, estavam agitados e foi até o local e encontrou a vítima caída próxima aos currais. Um perito da Polícia Civil esteve no local e realizou os trabalhos técnicos, que irão ajudar na elucidação do assassinato. Em seguida o corpo foi liberado e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) na cidade de Patos de Minas.

A Polícia Militar segue realizando rastreamentos na tentativa de localizar e prender os suspeitos de terem cometido o crime.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -