Carga de maconha que saiu de Uberaba é apreendida em Patos de Minas

A Polícia Militar ainda fechou um depósito de drogas e apreendeu mais 70 kg de entorpecentes.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
No total foram apreendidos cerca de 170 kg de maconha
Foto: Divulgação (Polícia Militar/PMMG)

Patos de Minas – No início da tarde do último sábado (25/07), equipes da Polícia Militar realizaram a abordagem à um automóvel VW/Gol, por suspeita de transporte de drogas, na BR 365.

O veículo era conduzido por um adolescente de 17 anos. Durante as buscas foram localizados cerca de 100 Kg de maconha. A droga estariam vindo de Uberaba e abasteceria o comércio ilegal em Patos de Minas.

- Continua depois da publicidade -

Novas diligências foram deflagradas em virtude das informações preexistentes, o que resultou na localização de um depósito de droga, em uma residência no bairro Jardim Panorâmico, onde foram apreendidos cerca de 70 Kg de maconha e 1,2 kg de crack.

Também foram realizadas buscas em uma segunda residência nas Chácaras Caiçaras, onde residia uma suspeita de 27 anos. O local teria sido alugado por um detento. Nele foi localizado diversos comprovantes de depósito e extratos bancários em nome da mãe de um indivíduo conhecido como integrante do PCC em Patos de Minas. Esse suposto integrante da facção criminosa está preso em Uberaba e supostamente controla o tráfico em Patos de Minas e região.

Um jovem de 22 anos foi preso suspeito de ser o vigia do depósito no bairro Jardim Panorâmico. A Perícia da Polícia Civil foi acionada para as coletas de digitais. Diversos celulares foram apreendidos. O veículo VW/GOL utilizado para o transporte também foi removido ao pátio, assim como o veículo FORD/Ecosport, supostamente usado em atividades criminosas.


Informações: Polícia Militar

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -