Caravana Servas chega ao Sul de Minas Gerais

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Caravana Servas segue cumprindo a sua missão de ir mais longe para levar cidadania para quem mais precisa. A instituição esteve em Três Corações, no Território Sul, onde atendeu às demandas de 70 entidades de acolhimento indicadas pelas primeiras damas dos 40 municípios da região.

A presidente do Servas, Carolina Pimentel, entregou para os representantes das instituições socioassistenciais cadeiras de rodas, geladeiras e lâmpadas. Ela também destacou a importância dessas ações que têm sido realizadas desde 2015, ano em que assumiu a gestão da organização.

- Continua depois da publicidade -

“As ações que realizamos são as que a população escolheu durante os Fóruns Regionais de Governo e fazem a diferença no dia a dia das pessoas, por menores que algumas pessoas tentem fazer parecer que sejam. Só podemos reagir às adversidades com equilíbrio, serenidade, diálogo e trabalho, estando presente nos municípios das mais diversas regiões de Minas Gerais. Vamos continuar trabalhando de modo sério e compromissado, cuidando de quem mais precisa”, destacou.

Na ação dessa quinta-feira (30/11), Carolina Pimentel também afirmou que Minas Gerais não reduzirá os investimentos na área de assistência social. “Minas Gerais representa resistência”, ressaltou a presidente do Servas. Ela também lembrou que o Governo do Estado anunciou a liberação de R$ 10 milhões, este ano, para as instituições que fazem parte da Rede Cuidar, programa inédito no país, que busca dar apoio técnico e financeiro para as unidades que apresentem maior situação de fragilidade por meio de recursos da Loteria Mineira.

Depois da cerimônia, Carolina Pimentel ainda assistiu à apresentação do Coral Infantil do Programa Curumim e visitou as dependências da Fhemig, onde funciona a Casa de Saúde Santa Fé. Em seguida, deu as boas-vindas às grávidas que participaram do Carinho de Mãe, curso para gestantes do Servas em situação de vulnerabilidade social.


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: AGÊNCIA MINAS

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -