Candidato é proibido de usar trenzinho da alegria em campanha em Patos de Minas

Arnaldo Queiroz estava usando o veículo para fazer campanha, segundo denúncia apresentada ao Tribunal Eleitoral. Decisão cabe recurso.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução

O candidato a prefeito pelo Partido Social Democrático (PSD), Arnaldo Queiroz, foi proibido pela Justiça Eleitoral de utilizar trio elétrico (trenzinho da alegria) para fazer campanha.

Conforme a denúncia oferecida pela coligação “Com a Força do Povo”, formada pelo Partido Progressistas, Cidadania e Democratas, Arnaldo estaria “utilizando trio elétrico para angariar votos de forma ilícita, haja vista que estão disponibilizando na cidade “trenzinho da alegria” com a disponibilização de adesivos para moradores da cidade a título gratuito, contrariando o artigo 39, § 6º e § 10º da Lei n. 9.504/97 e o art. 18 da Resolução 23.610 de 2019”.

- Continua depois da publicidade -
Imagens compartilhadas nas redes sociais mostra “trenzinho da alegria” com adesivos de Arnaldo Queiroz. Várias pessoas, incluindo crianças, se aglomeravam, sem máscaras, descumprindo as medidas sanitárias da COVID-19
Foto: Reprodução

O juiz eleitoral, Tenório Silva Santos, julgou procedente o pedido de liminar e proibiu a utilização do trenzinho da alegria. “Diante do exposto, defiro a medida liminar para determinar a imediata suspensão de utilização,  pelo representado Arnaldo Queiroz de Melo Junior, do denominado ¨Trenzinho da Alegria, na campanha eleitoral”.

A coligação de Arnaldo Queiroz,  ainda poderá recorrer da decisão, publicada em 14 de outubro de 2020. Eles terão até 48 horas para apresentar a defesa, após isso a denúncia será levada ao conhecimento do Ministério Público. A íntegra está disponível neste link.

O Patos Notícias procurou a assessoria de Arnaldo Queiroz na terça e na quarta-feira (14), contudo nossos contatos não foram atendidos. Caso haja manifestação do candidato, iremos atualizar essa reportagem.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -