Candidato do PCO fala de farsa das eleições em Patos, defende população armada e fim da saúde privada

Frederico Galvão foi entrevista do pelo Programa Entrelinhas do Patos Notícias na sexta-feira (09/10).
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O último convidado da série de entrevistas com os candidatos a prefeito, do programa Entrelinhas, hospedado no Patos Notícias, foi Frederico Gomes Galvão. A conversa foi marcada pela postura radical do candidato do PCO. Entre outras polêmicas, Galvão defendeu o armamento da população, o fim do regime capitalista e até mesmo o fechamento da rede privada de saúde em Patos de Minas.

Nascido em Patos de Minas, mas residente de São João Del Rei, Galvão afirma que não vê a própria candidatura com um ato de protesto. Para ele, as eleições “são uma farsa”, mas é o mecanismo que os trabalhadores têm, no momento, para mobilizar a revolução. Durante a entrevista, preferiu não adentrar em questões locais e optou por criticar o governo de Jair Bolsonaro.

- Continua depois da publicidade -

Além disso, uma das polêmicas defendidas pelo candidato do PCO é o armamento da população. Frederico aposta neste como um dos caminhos mais viáveis para a revolução do proletariado. Ele também criticou o governo Bolsonaro, que, segundo ele, é genocida e não quer a população armada.

Confira a conversa na íntegra no vídeo abaixo.

Pedro Lucas não participa do Entrelinhas

Da série de entrevistas, o único que não compareceu foi Pedro Lucas Rodrigues (PDT). Primeiro convidado na série, o candidato teve o encontro remarcado, por conta de problemas técnicos. No entanto, a entrevista foi cancelada dias depois e não houve interesse, por parte do candidato, em apresentar uma nova data.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -