exclusivo

Cachorra pensa que é gata, sobe no telhado e dá trabalho aos Bombeiros em Patos de Minas

Militares subestimaram a ocorrência, mas gastaram quase duas horas para fazer a captura.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Cachorro no telhado - Patos de Minas
Foto: Lélis Félix (Patos Notícias)

Uma das ocorrências mais comuns e clássicas do Corpo de Bombeiros é o resgate de animais em telhados. Os gatos tem o costume de se aventurar nas alturas e acabam mobilizando os militares.

Em Patos de Minas neste domingo (16/08), os Bombeiros atenderam uma ocorrência pra lá de inusitada. Quando o telefone do 193 tocou, a militar do COBOM nem acreditou no que ouviu. Uma senhora dizia que havia um cachorro andando em cima dos telhados na Rua Jesus de Nazaré no bairro Nossa Senhora Aparecida. Dois militares foram enviados para o local. A princípio, eles pensaram que seria uma ocorrência rápida, porém foram quase duas horas de esforço para resgatar a cadela.

- Continua depois da publicidade -
Cachorro no telhado - Patos de Minas
Foto: Lélis Félix (Patos Notícias)

A cachorra, a princípio em situação de rua, estava em cima de um telhado. Os Bombeiros chamaram o animal, usando até palavras cariosas, mas não adiantou. O cão estava arisco e andava para um lado e para o outro. Água e comida foram oferecidos, mas nem isso chamou a atenção.

Um dos militares, Cabo Tiago Joaquim, subiu em cima do telhado para tentar capturar o animal, enquanto isso o Tenente Matheus Zuliani, deu apoio em solo. A cadelinha deu um verdadeiro “baile” nos militares e em alguns moradores. O telhado era frágil o que dificultou a mobilidade.

Os vizinhos saíram para a rua para acompanhar o fato inusitado. Eles comentavam que nunca haviam visto nada igual. “Gato eu já vi, mas cachorro nunca” comentou um idoso de 64 anos.

Cachorro no telhado - Patos de Minas
Foto: Lélis Félix (Patos Notícias)

Em determinado momento, a cadela ficou encurralada em baixo de uma estrutura de metal da caixa d’água. Os Bombeiros acreditavam que haveria um desfecho, mas estavam errados. O animal conseguiu fugir dos dois militares e andou por mais quatro residências.

Uma mangueira d´água foi utilizada para direcionar a cachorra para uma área onde pudesse ser captura  A estratégia deu certo e ela acabou achando uma forma de descer em uma residência vizinha. Já no solo, os Bombeiros tentaram capturá-la usando um bastão com laço, mas ela reagiu, latindo e rosnando. Depois de correr pelo quintal, ela se espremeu entre a grade de um portão e acessou a lavanderia da casa.

Os Bombeiros chamaram reforço e mais dois militares foram até o bairro Nossa Senhora Aparecida. Neste momento conseguiram capturar a cadela e a colocaram no interior de uma gaiola.

Cachorro no telhado - Patos de Minas
Foto: Lélis Félix (Patos Notícias)

A cachorra foi transportada até o Batalhão de Bombeiros Militar, no bairro Jardim Paulistano. Ela ficará lá até segunda-feira (16/08), se não aparecer o dono ou alguém para adotá-la, será encaminhada para a zoonoses.

Ao final, restou uma dúvida. Como a cachorra conseguiu subir no telhado? Será que alguém colocou ela lá? Será que desenvolveu extintos de felino? Ou se trata de um cachorro-aranha? Qual seu palpite?

Assista a reportagem em vídeo:

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -