Brinquedos funcionais minimizam problemas comportamentais dos cães

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Segundo um estudo publicado no Journal of Animal Behavior, acredita-se que 42% dos cães tenham problemas comportamentais por falta de estímulos adequados

Foto: Divulgação

- Continua depois da publicidade -
A convivência de seres humanos e animais domésticos, em um ambiente urbano limitado, podem gerar distúrbios comportamentais aos cães. Isso acontece porque ficam coibidos de expressar vários de seus comportamentos naturais.

Atitudes como destruição do ambiente e de objetos, latidos excessivos, automutilação, ansiedade por separação e ingestão de fezes (coprofagia) podem ser sintomas de que o pet está sendo pouco ou mal estimulado, resultando em cães estressados e infelizes.

Quando esses problemas são detectados, mudanças são necessárias na rotina dos bichos. Por isso, a Pet Games, primeira empresa brasileira que desenvolve e fabrica produtos inovadores para melhorar a qualidade de vida dos animais de estimação, estuda diversas maneiras de criar um ambiente saudável para o cão e seus donos, com produtos que favorecem o bem-estar animal e evitam problemas comportamentais.

A marca traz para o mercado produtos com design inovadores e que remetem mensagens positivas, como a Caveirinha, cuja simbologia remete a Sabedoria, a Eternidade e a Igualdade que deve existir entre os seres humanos.

O “art toy” para pets está disponível em duas versões e nos tamanhos P, M e G. Em Nylon, lembra mais um osso que uma bola, indicada aos cães super destruidores, um produto ultra resistente na cor gelo, permite roer um produto seguro, durável, que auxilia na profilaxia bucal e estimula a procura por alimentos. Em Soft, lembra mais uma bola que um osso, indicada aos mordedores moderados, estimula a caça por diversão e a procura por comida, disponível nas cores roxa e cinza.

As duas versões possuem compartimentos para pequenos petiscos. A versão em Nylon é ultra resistente e possui um barulho bem característico e estimulante em contato com superfícies duras. Já a versão Soft possui um pulo imprevisível e flutua na água. Para incentivar mais a brincadeira, é possível introduzir petiscos secos e/ou ração nos compartimentos indicados. O pet procurará maneiras de retirar os alimentos de dentro do brinquedo e automaticamente minimizará o sedentarismo e stress.

Déborah  Santos
Triângulo Notícias
09/04/2017

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -