Brasileiros gastaram R$ 26 bilhões a mais em empréstimos caros, aponta Creditas

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Despesa anualizada com dívidas em cheque especial, cartão de crédito e empréstimo pessoal salta para R$ 427 bi

Resultado de imagem para despesas
Foto: Divulgação
Os brasileiros encerraram o mês de março com um gasto anualizado R$ 26 bilhões maior em empréstimos caros que o mesmo período do ano passado, segundo levantamento da Creditas, plataforma digital de empréstimos. 
As despesas anualizadas para as modalidades de cheque especial, rotativo e parcelado do cartão de crédito e empréstimo pessoal saltaram de R$ 401 bilhões para R$ 427 bilhões em março, crescimento de 6,5% em um ano. Juntas, essas modalidades representam juros médios de 242% ao ano.
“Os números mostram que apesar do volume total de crédito nessas modalidades encolher 3,5% em um ano, produtos que têm como característica juros altos e curto prazo corroeram mais intensamente o orçamento das famílias no período, com a aceleração das taxas pressionando o custo da dívida”, explica Sergio Furio, fundador e CEO da Creditas.
De acordo com dados divulgados pelo Banco Central nesta quarta-feira (26), de um total de R$ 810 bilhões em crédito com recursos livres para pessoa física, R$ 180 bilhões estão concentrados em operações dessas modalidades. “O brasileiro está ficando mais consciente na hora de tomar crédito, mas segue com mais de 1/3 do total das dívidas expostas a esses produtos. Embora a Selic esteja caindo, os preços desses produtos estão ficando mais caros”, diz Furio.
No mês passado, a taxa de juros do cheque especial subiu para 328% ao ano, alta de 27,2% em 12 meses. Os juros do rotativo do cartão de crédito avançaram para 490% ao ano, mesmo às vésperas da implantação da mudança na regra do rotativo, representando uma alta de 7% em um ano. Já o parcelado, encareceu 12,6%, passando para 158% ao ano. O empréstimo pessoal não consignado, por sua vez, encerrou março em 135% ao ano, acumulando alta de 8,8% em 12 meses.
Criada em 2012 com a missão de mudar a cara dos juros no Brasil, a Creditas (ex-BankFacil) foca no empréstimo com garantia como alternativa para dar acesso a taxas mais justas à população. Por meio da plataforma, que funciona como um marketplace para esse tipo de crédito no País, é possível acessar taxas a partir de 1,15% ao mês (14,71% ao ano) em empréstimos com garantia de imóvel, com tíquetes a partir de R$ 30 mil até o limite de 50% do valor do imóvel e prazos de até 20 anos.
Já para empréstimos com veículo em garantia, as taxas começam em 1,89% ao mês (25,19% ao ano) com o prazo de até cinco anos. Os empréstimos vão de R$ 5 mil até 80% do valor do carro pela tabela FIPE.
Déborah Santos
Triângulo Notícias
30/04/2017

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.