Brasil ganha 2 medalhas de ouro na Olimpíada Internacional de Química

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Pela primeira vez, dois estudantes brasileiros ganharam medalha de ouro, além de um ter recebido de prata e outro de bronze, no International Chemistry Olympiad, a Olimpíada Internacional de Química, destinada aos estudantes do ensino médio, na sua 50ª edição. De 18 a 29 de julho, equipes de 76 países participaram das competições, em Bratislava (Eslováquia) e Praga (República Tcheca).

As medalhas de ouro ficaram com o paulista Vinícius Figueira Armelin e o cearense Ivan Ferreira Lima. A de prata foi para João Victor Moreira Pimentel e a de bronze ficou com Orisvaldo Salviano Neto, ambos do Ceará.

- Continua depois da publicidade -

Com esses resultados, somando a pontuação geral dos quatro estudantes brasileiros, o Brasil ficou na 12ª posição entre os 76 países (em 2017 esteve na 18ª).

Em julho, Armelin recebeu o Prêmio Talentos por ter vencido a Olimpíada de Química do Estado de São Paulo e foi homenageado pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) durante o Encontro Anual da Indústria Química.

De acordo com as regras da competição, os participantes são classificados com base em suas pontuações individuais. As medalhas de ouro são concedidas a 12% dos melhores alunos, as medalhas de prata são destinadas a 22% dos estudantes e as de bronze, a 32%.

As menções honrosas são concedidas aos participantes que não ganham uma medalha, mas obtêm um problema perfeito no exame teórico ou prático. Um prêmio especial é dado ao aluno que atingir a pontuação mais alta no geral. Dois prêmios especiais separados são concedidos aos alunos que obtêm a melhor pontuação nos exames teóricos e práticos.

Nas Olimpíadas de Química, todos os competidores, aproximadamente 300, fazem dois exames: teórico (com 54 páginas) e prático (realizado individualmente em laboratório de química). A soma dos pontos nos dois exames determina a colocação de cada competidor na classificação geral.

Fonte: Agência Brasil


Clique aqui para ler essa matéria na fonte original


 

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -