BR-365 registra pontos de desmoronamento às margens da rodovia

Polícia Rodoviária Federal está monitorando e repassando demandas ao DNIT.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

As chuvas que caíram nos últimos dias no Estado de Minas Gerais provocou danos em muitas rodovias, inclusive na região de Patos de Minas, devido aos deslizamentos de encostas, quedas de barreiras e inundações. A BR-365 foi uma rodovia que chegou a ser interditada algumas vezes devido a deslizamentos. Atualmente, não há nenhum ponto de interdição na BR-365.

O tempo estiou, mas os danos ainda continuam aparecendo, preocupando autoridades e principalmente os motoristas que passam pela região e que dependem da rodovia. O Patos Notícias recebeu um vídeo de um desmoronamento de terra no km 370, próximo à ‘Curva dos Moreiras”, entre Patos de Minas e Varjão de Minas.

Questionado pelo jornalismo do Patos Notícias, o chefe da 10ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal (DPRF), inspetor Daniel Mota disse que as imagens são procedentes e que não acontece somente neste local. Segundo ele, são diversos pontos de desmoronamento de terra que preocupam.

Segundo ele, são vários desmoronamentos de barranco às margens da rodovia que estão afetando o acostamento e que este é somente um ponto deles. Daniel disse ainda que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e também o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) estão percorrendo toda a rodovia para avaliar os estragos causados pelas chuvas.

O inspetor explicou que a DPRF de Patos de Minas é responsável por mais de 200 quilômetros de rodovia, entre Romaria e a BR-040. Segundo ele, achar os pontos de desmoronamento é difícil, já que deve percorrer devagar o trecho. “Gastei cinco horas para monitorar cerca de 25 quilômetros entre Patos de Minas e Varjão de Minas”, explicou.

Daniel Mota disse que as equipes da PRF vão monitorar todo o trecho, não somente os barrancos, mas também as estruturas das pontes. “A gente vai olhar ponto por ponto, ponte por ponte, ver onde está com buraco, ver onde está com rachadura, fazer um relatório e a medida que vão achando estes pontos, a gente vai comunicando tanto o chefe do DNIT de Patos de Minas quanto de Uberlândia”, ressaltou.

Sobre a divulgação feita por alguns veículos de comunicação em Patrocínio devido a uma rachadura no viaduto sobre a linha férrea próximo ao trevo da cidade, o chefe da PRF disse que a situação foi comunicada ao DNIT que deve encaminhar uma equipe ao local para avaliar a situação. Porém, segundo ele, o próprio DNIT informou que pelas fotografias enviadas, a situação não é preocupante.

O inspetor disse também que conta com o apoio das pessoas que utilizam a BR-365 para identificar os críticos da rodovia. A pessoa pode entrar em contato com a PRF, informando o quilômetro e a situação encontrada. “A pessoa que está próximo a rodovia, que está na região e transita mais, ela acaba tendo mais chance de ver o que está errado do que a gente. Então pode informar a Polícia Rodoviária Federal para a gente passar as informações ao DNIT. A ajuda de todos é bem vinda”, finalizou Daniel Mota.

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Comments System WIDGET PACK

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade é integral do autor de cada comentário. Comentários ofensivos podem ser removidos sem autorização prévia. Ao comentar, você concorda com a Polícia de Privacidade e Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.