Boxeadora Graziele de Jesus conquista o ouro na Polônia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Outra brasileira que subiu no pódio foi a Beatriz Ferreira (60kg) que conquistou a medalha de prata.

Mais uma vez o Boxe do Brasil brilha em uma importante competição internacional. Boxeadoras de 20 países estavam em busca do ouro do tradicional XXXV International Felix Stamm Tournament, realizado na Polônia. O Brasil conquistou duas medalhas, sendo a de prata com Beatriz Ferreira (60kg) e a de ouro com Graziele de Jesus (51kg).





- Continua depois da publicidade -

Em sua quarta luta em dias consecutivos na competição, Grazi disputou nesta sexta-feira a final contra a australiana Adriana Smith. Foi uma grande luta, com uma intensa quantidade de golpes desferidos pelas duas atletas, que deram tudo que podiam em busca do Ouro.

Com muita técnica, Grazi encontrou a sua melhor distância sendo precisa em seus jabs e diretos. Guerreira, a australiana foi para o corpo a corpo para tentar abafar o jogo da brasileira. A luta se encerrou sob aplausos do ginásio, que presenciou as duas atletas chegarem ao limite físico. A luta se encerrou em 3:2 a favor de Grazi, que levou a medalha de Ouro. Uma atuação impecável após vencer atletas de países com tradição no Boxe como Alemanha, Polônia e Mongólia.

Em uma das mais esperadas revanches da competição, Beatriz Ferreira (60kg) encarou novamente a finlandesa Mira Potkonen, medalhista olímpica e atual segunda colocada no ranking mundial da Associação Internacional de Boxe – AIBA. As duas haviam se enfrentado no início do ano na Bulgária, quando a atleta da Finlândia venceu Bia por 4×1.

Com muito respeito entre si,  a primeira metade do primeiro round foi de estudos, com pouca troca de golpes. Aos poucos as atletas tornaram a luta mais intensa e parelha, com muitos golpes trocados. No segundo round a finlandesa conseguiu encaixar bons golpes na longa distância. Já no terceiro round, Bia foi muito ofensiva, encaixando o seu melhor jogo de média e curta distâncias com excelentes combinações de três golpes.

Ao final, Mira Potkonen teve o seu braço erguido. Ela venceu de forma dividida, 3:2. Com isso, Bia ficou com a medalha de Prata da categoria leve.

Esta foi mais uma etapa de preparação para o Campeonato Mundial de Boxe Feminino que ocorrerá no mês de novembro, na Índia.

As três atletas que viajaram para a Polônia foram acompanhadas pelo treinador Mateus Alves.

Fonte: CBBoxe


Clique aqui para ler essa matéria em sua fonte original.


FONTE: Portal Esporte Net

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -