Bolsonaro volta a atacar a imprensa e chama jornalista de “mané”

Em outra declaração, presidente chamou repórteres de "urubus".
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Bolsonaro volta a atacar a imprensa e chama jornalista de "mané"
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Jair Bolsonaro voltou a atacar os jornalistas neste domingo (11/08). O presidente da república aproveitou o dia para passear de moto por Brasília e andar de jet ski.

No início da manhã, quando saia do Palácio da Alvorada, foi abordado por profissionais da imprensa. Ele pegou um microfone e proferiu uma mensagem sobre o dia dos pais. Depois, comentou:

Não tem nenhum urubu aí? Urubu que eu chamo é repórter. Vocês [cinegrafistas] não. Vocês são tropa amiga. Não tem nenhum urubu não”.

Depois do comentário grosseiro contra os profissionais do jornalismo, Bolsonaro tirou fotos com alguns cinegrafistas.

Mais tarde, o presidente foi questionado por um repórter da Folha de São Paulo. O jornalista perguntou sobre a avó da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Maria Aparecida de 78 anos passou três dias no corredor de um hospital público.

Em um ato grosseiro, Jair Bolsonaro disse:

Pô, cara, não perturba não. Vocês estavam atrás de outra matéria. Acho que nem ela [Michelle] está sabendo. Perturba não.

O presidente ainda perguntou ao jornalista em qual veículo ele atuava. O profissional disse que era do Jornal Folha de São Paulo e Bolsonaro retrucou:

Só podia ser a Folha para tentar estragar o domingo do Dia dos Pai. Dá um tempo aí, ô mané.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS