Bolsonaro demonstra irritação com pergunta sobre mortes pela covid-19

Brasil registrou recorde de mortes em 24 horas. País passou a China e ocupa o 9º lugar no ranking de óbitos.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Bolsonaro
Foto: Reprodução (Facebook/Jair Bolsonaro)

O presidente da república, Jair Bolsonaro, demonstrou irritação ao ser questionado sobre as mortes causas pelo novo coronavírus no Brasil. Na noite de ontem, terça-feira (28/04), ao retornar ao Palácio do Alvorada, ele conversou com apoiadores e com a imprensa.

Foram registradas 474 mortes nas últimas 24 horas e o total de óbitos chegou a 5.017. O Brasil passou a China no número total de vítimas fatais e hoje ocupa o 9º lugar no ranking mundial de mortes.

- Continua depois da publicidade -

Questionado sobre as mortes, Bolsonaro respondeu, com voz alterada:

E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre

Na continuidade da entrevista, o presidente declarou:

Lamento a situação que nós atravessamos com o vírus. Nos solidarizamos com as famílias que perderam seus entes queridos, que a grande parte eram pessoas idosas.

Mas é a vida. Amanhã vou eu. Logicamente, a gente quer ter uma morte digna e deixar uma boa história para trás.

As mortes de hoje, a princípio, essas pessoas foram infectadas há duas semanas. É o que eu digo para vocês: o vírus vai atingir 70% da população. Infelizmente é a realidade. Mortes vão (sic) haver. Ninguém nunca negou que haveria mortes.

Assista ao vídeo:

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -