Boa Notícia para Lula: Rosa Weber rejeita pedido para declará-lo inelegível antes do registro da candidatura

Pedido foi apresentado por Kim Kataguiri e Rubens Nunes, coordenadores do Movimento Brasil Livre (MBL) na última semana.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução (Agência Brasil)

A ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, rejeitou um pedido para que o ex-presidente Lula fosse declarado inelegível antes de sua candidatura ser registrada.

O pedido foi apresentado na última semana por Kim Kataguiri e Rubens Nunes, coordenadores do Movimento Brasil Livre, o MBL. A ação pedia a concessão de uma liminar para “declarar desde já a incontroversa inelegibilidade” da candidatura do ex-presidente. Além disso, os coordenadores do MBL pediram a proibição do registro de candidatura, de atos de campanha e a citação do nome de Lula em pesquisas.

- Continua depois da publicidade -

Ao analisar o caso, Rosa Weber entendeu que os integrantes do MBL não possuem legitimidade para apresentar esse tipo de pedido. Diante disso, a ministra decidiu que sequer analisaria o caso.

Em nota, a defesa de Lula afirmou que “nada antes de 15 de agosto poderia impedir a pré-campanha de Lula” e que “na última eleição 145 prefeitos se elegeram com o registro indeferido”. Segundo a nota, “isso mostra que Lula (como qualquer candidato) tem até depois da eleição para reverter a suposta inelegibilidade”.

Reportagem: Paulo Henrique Gomes

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -