BNDES e Sicoob divulgam cartão para atender produtor rural pessoa física

Esta é mais uma parceria dos cartões da Cabal – empresa do Sicoob – com o BNDES a fim de apoiar o agronegócio.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou oficialmente nessa quarta-feira, 30, o cartão BNDES Agro voltado ao produtor rural pessoa física. A ampla propagação do novo produto aconteceu na 40ª Expointer, em Esteio (RS), e marca mais uma parceria dos cartões Cabal – braço do Sicoob – e BNDES para apoiar o agronegócio brasileiro.

O Sicoob tem a expectativa de iniciar as operações com o cartão Sicoob BNDES Agro em novembro deste ano. De acordo com o Diretor Presidente do Bancoob, Marco Aurélio Almada Abreu, a inclusão do Cartão Sicoob BNDES Agro no portfólio de produtos do Sicoob reforça o apoio junto aos produtores rurais pessoa física: “o apoio e fomento junto ao produtor rural de seus negócios em campo é um dos principais pilares no cooperativismo do Sicoob. Hoje, por intermédio de outras linhas de financiamento do BNDES, já disponibilizamos um investimento médio de mais de R$ 90 mil a produtores”.

- Continua depois da publicidade -

O cartão Sicoob BNDES Agro será mais uma importante ferramenta ao fomento dos negócios em campo para esses cooperados produtores rurais, principalmente pela acessibilidade, desburocratização e agilidade que o cartão proporcionará na disposição de recursos. Ele possibilitará a junção de toda a força do cooperativismo brasileiro e do BNDES em um só produto”, afirmou o executivo.

Em 2012, a bandeira Cabal foi autorizada a operar o Cartão BNDES para a micro, pequena e média empresa. Com a parceria, a Cabal passou a ser a terceira bandeira licenciada pelo Banco, se posicionando entre as principais bandeiras do país, e conta, atualmente, com 4 instituições financeiras emissoras no país.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -