BC renova venda de dólares no mercado futuro para segurar câmbio

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Depois de o dólar aproximar-se de R$ 3,55 e fechar no maior nível em quase dois anos, o Banco Central (BC) renovará os contratos de venda de dólares no mercado futuro. A autoridade monetária anunciou hoje (2) à noite que iniciará amanhã (3) a rolagem de 113 mil contratos de swap cambial que venceriam em junho.

Banco Central

Banco Central – Arquivo/Agência Brasil

O valor desses contratos não foi divulgado. Em comunicado, o BC informou que, nos primeiros dias, vai acelerar a rolagem dos contratos para segurar a alta da moeda norte-americana. Apenas amanhã, vão ser renovados 8,9 mil contratos.

“Com o objetivo de suavizar movimentos no mercado de câmbio, o Banco Central irá ofertar quantidade de contratos superior à necessária para a rolagem integral desse vencimento”, informou a autoridade monetária no comunicado.

Atualmente, o Banco Central tem US$ 23,8 bilhões em contratos de swap cambial. Desse total, US$ 5,65 bilhões venceriam em 1º de junho, mas vão ser renovados e sairão de circulação em três etapas: uma em 1º de agosto, uma em 1º de novembro e a última em 2 de janeiro de 2019.

Por meio das operações de swap cambial, o Banco Central vende contratos em reais no mercado futuro para conter a volatilidade do câmbio e reduzir a demanda por dólar. O Banco Central aposta que a divisa subirá mais que os juros futuros. Os investidores apostam que os juros aumentarão mais que a moeda norte-americana. No fim do contrato, as duas partes trocam os rendimentos.

FONTE: Agência Brasil

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.