Bares, restaurantes e lanchonetes serão alvos de fiscalização no fim de semana

Haverá imediata aplicação de sanções administrativas e criminais.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O cumprimento das medidas sanitárias contra a Covid-19 por parte de bares e restaurantes tem sido verificado diariamente pela Prefeitura de Patos de Minas, sobretudo por meio de denúncias feitas pela população. No próximo fim de semana, contudo, será montada uma força-tarefa exclusiva para fiscalizar estabelecimentos desse segmento. O trabalho ocorrerá de sexta-feira a domingo (dias 4, 5 e 6 de setembro) e terá apoio da Polícia Militar.

Segundo o coordenador das ações de fiscalização, Rafael Godinho Nogueira, haverá imediata aplicação de sanções administrativas e criminais no caso de desacordo com as condutas de segurança previstas nos protocolos sanitários elaborados pelo município e pelo Plano Minas Consciente. Os documentos estabelecem, por exemplo, distanciamento mínimo de dois metros entre as mesas, com ocupação máxima de seis pessoas.

- Continua depois da publicidade -

Leia também: Saúde emite nota de orientação para bares, restaurantes e lanchonetes

Os protocolos ainda trazem outras medidas que precisam ser adotadas para evitar aglomeração de clientes, fato que tem ocorrido com frequência em alguns estabelecimentos e causa preocupação. A proximidade física entre as pessoas aumenta as chances de contaminação. “Vale lembrar que o desrespeito às medidas de combate ao novo coronavírus infringe, por exemplo, o Artigo 268 do Código Penal. Nosso objetivo é resguardar a saúde da coletividade, para isso todos nós precisamos ter atitude responsável”, disse Rafael Godinho.

Saúde emite nota de orientação para bares, restaurantes e lanchonetes

Nessa segunda-feira (1º), a Secretaria Municipal de Saúde divulgou nota com orientações para o funcionamento de bares, restaurantes e lanchonetes durante a pandemia. Segundo o titular da pasta, Carlos Rezende, novas flexibilizações permitidas ao segmento têm sido acompanhadas por descumprimento de algumas regras sanitárias importantes. Ainda conforme ele, há estabelecimentos permitindo aglomeração de clientes, o que facilita a transmissão do vírus e coloca todos em risco. Abaixo, o texto na íntegra.

“A redução do contato social ainda é a medida mais eficaz para frear a transmissão do novo coronavírus. E manter esse cuidado é necessário independentemente do local a ser frequentado, ou seja, bares, restaurantes e lanchonetes devem observar essa medida para funcionar com segurança. Inclusive o protocolo sanitário elaborado especificamente para essas atividades traz orientações nesse sentido, mas parte dos estabelecimentos está descumprindo as recomendações e permitindo que clientes aglomerem-se, aumentando as chances de contaminação.

É preciso destacar que a classificação da microrregião de Patos de Minas no Minas Consciente é avaliada semanalmente pelo Comitê Extraordinário Covid-19, do Governo estadual. São analisados sete indicadores dentro de três grupos de dados: incidência, velocidade de avanço da doença e capacidade de atendimento. Portanto, ainda que muito importante, a criação de novos leitos de UTI (inclusive já ativados no Hospital de Campanha) não basta para o município permanecer na onda amarela do plano.

A atitude de cada um, diária e contínua, reflete diretamente no aumento ou queda dos números da infecção. Sendo assim é ESSENCIAL QUE PROPRIETÁRIOS DE BARES, RESTAURANTES E LANCHONETES SIGAM O PROTOCOLO SANITÁRIO E ORIENTEM OS CLIENTES A FAZER O MESMO. Ao servir os frequentadores que estão de pé no local, por exemplo, o responsável pelo estabelecimento favorece a aglomeração. A conduta de cada segmento reflete nos números da pandemia e, por consequência, na permanência ou regressão de Patos de Minas em onda mais flexível do Minas Consciente.

O desejo do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19 e da Prefeitura de Patos de Minas é não ter que voltar atrás na permissão para consumo de bebida alcoólica no interior de bares e restaurantes, e para isso conta com a colaboração tanto de proprietários quanto de clientes. Ainda não é momento de relaxar nos cuidados de prevenção e combate ao coronavírus.

  • O uso de máscara é obrigatório durante todo o período de permanência no local, sendo permitida sua retirada tão somente no momento do consumo de alimentos e bebidas.
  • É vedada a aglomeração de clientes durante a permanência no estabelecimento.
  • As mesas e cadeiras devem ser organizadas de forma que os clientes mantenham entre si distância mínima de dois metros, com limitação de seis pessoas por mesa.

O protocolo completo está disponível em saude.patosdeminas.mg.gov.br.

A Diretoria de Comunicação do município tem produzido e divulgado uma série de materiais para conscientizar a população de forma geral da necessidade de não relaxar nas medidas de combate à Covid-19.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -