Bar volta a desrespeitar protocolo sanitário e é interditado

Locais com música ao vivo têm descumprido insistentemente as normas de enfrentamento ao vírus, sendo as principais denúncias recebidas.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin


A fiscalização da Prefeitura de Patos de Minas voltou a interditar um bar na Avenida Brasil por descumprimento às medidas de segurança contra o coronavírus, entre elas público total acima do permitido e mesas sem o distanciamento mínimo exigido. O estabelecimento ficará fechado por 15 dias. A medida foi tomada na noite desse sábado (8/5), quando fiscais da força-tarefa vistoriaram diversos locais da cidade com apoio da Polícia Militar.

Estabelecimentos que estão promovendo música ao vivo têm sido frequentemente denunciados por desrespeitarem as condutas de enfrentamento à Covid-19. Isso porque, durante os shows, os clientes deixam de lado qualquer cuidado, levantam das cadeiras e aglomeram-se e, assim, facilitam a transmissão do vírus.

Foi o que aconteceu, por exemplo, em um bar do Bairro Jardim Panorâmico durante a noite e a madrugada de sexta-feira. A fiscalização tomou conhecimento do fato por meio de vídeo enviado após o ocorrido, mas as imagens serão utilizadas como prova para que as devidas providências sejam tomadas. Gravações e fotos de outros locais anexadas a denúncias do fim de semana também serão analisadas.

A regra no protocolo sanitário é clara: depois de acomodadas nas mesas, as pessoas devem permanecer sentadas, e essa norma é válida para as fases vermelha, amarela e verde. Já a metragem referência (para cálculo da ocupação máxima), a distância linear e a quantidade de pessoas por mesa é diferente entre uma onda e outra. Os detalhes são encontrados no Protocolo Único elaborado pelo Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19.

Os canais para denúncia são o site www.patosconectado.com.br e o WhastApp 3822-9601 (somente mensagens, não aceita ligaçõções.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

2 Comentários
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Perito
09/05/2021 16:03

Tá explicado as tais “ondas”, relaxam e o povo acha que acabou, aglomeram daí vem a falta de leitos, depois seguram e o povo volta a quietar. Um analista da Fiocruz afirmou na TV que essas “ondas” estão acabando com o país, tanto na saúde pública quanto na economia foi a pior estratégia que poderiam ter adotado. Brasil, sil, sil, sil…

Imprensa militante
09/05/2021 15:30

Corona vírus! Bolsonaro! Bolsonaro! Corona vírus! Mi mi mi

A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.