Baixas temperaturas congelam rodovias e fecham escolas no Sul dos EUA

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Temperaturas baixas nos EUA

O governo da Loisiana, do Texas e da Georgia fecharam algumas rodovias estaduais. Escolas também suspederam as aulass Foto Rick Musacchio/EFE

O rigoroso inverno deste ano afeta também o Sul dos Estados Unidos.  No Kentuchy, Loisiana, e Texas  as rodovias congelaram e acidentes foram registrados na terça-feira (16). Hoje (18),  o governo da Loisiana, do Texas e da Georgia fecharam algumas rodovias estaduais. Escolas também suspederam as aulas.

Na Georgia, onde nevou na madrugada de hoje (17), as baixas temperaturas também congelaram as rodovias e impedem o tráfico normal de veículos também na área urbana das cidades. O frio intenso deste ano já provocou o fechamento de escolas em duas ocasiões. Na área metropolitana de Atlanta, Georgia, os alunos ficaram sem aulas dois dias em novembro e hoje as aulas também foram suspensas.

Na região sul dos Estados Unidos dias de neve são inusuais e em média neva dois ou três dias por ano. Como não neva muito nestas regiões, os governos locais não investem em maquinário suficiente para retirar o gelo das rodovias.

O gelo acumulado nas rodovias causou acidentes ontem no Texas. A imprensa local noticiou mais de 30 acidentes rodoviários no sudeste do estado, região mais afetada pelo clima frio.

O Serviço Metereológico Nacional prevê ventos gelados para hoje e amanhã, com temperaturas inferiores a menos 10ºC para Texas, Arkansas, Louisiana, Alabama, Mississippi, Geórgia, Tennessee, Kentucky, Kansas e Missouri.

Na Georgia em algumas regiões, a sensação térmica chega a menos 18ºC por causa dos ventos gelados. Este já é considerado o inverno mais rigoroso nos Estados Unidos e  no Canadá, das últimas décadas.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: Agência Brasil

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Comments System WIDGET PACK

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade é integral do autor de cada comentário. Comentários ofensivos podem ser removidos sem autorização prévia. Ao comentar, você concorda com a Polícia de Privacidade e Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.