Atlético se impõe diante da URT e garante vaga na final do Mineiro

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O time de Patos de Minas, se despediu do campeonato, contudo saiu com a taça de Campeã do Interior. O Atlético segue para a final. 

Foto: Bruno Cantini/Atlético

O Atlético cumpriu sua obrigação e assegurou neste domingo a classificação para a decisão do Campeonato Mineiro pela 11ª vez consecutiva. Jogando no Independência, o time de Roger Machado foi muito superior à URT e construiu, sem dificuldades, uma categórica vitória por 3 a 0. Rafael Moura, Robinho e Otero anotaram os gols da vitória.
Com a vaga na final garantida, o Galo agora dá um tempo no Estadual e volta as atenções para a Copa Libertadores da América. Nesta quarta-feira, o alvinegro tem um importante compromisso diante do Libertad – equipe que tirou a invencibilidade do Atlético no torneio –, novamente no Horto.
O jogo
Após as fracas atuações do Galo nos últimos jogos, Roger Machado fez duas mudanças no setor ofensivo para a semifinal: Marlone no lugar de Otero e Maicosuel na vaga de Cazares. E o time alvinegro entrou em campo ligado, se movimentando bem e pressionando a URT em seu campo defensivo.
Logo aos seis minutos, Maicosuel carregou pelo meio e tocou para Rafael Moura, que pegou forte de fora da área. Atento, Juninho segurou firme no meio do gol. Três minutos depois foi a vez do próprio Maicosuel arriscar de longe, mas o tiro saiu sem direção.  
Com a URT totalmente fechada, o Atlético seguia apostando nos chutes de fora da área. Aos 13, Robinho recebeu na esquerda e bateu colocado, mas a bola passou à esquerda do gol.
Aos poucos, os visitantes começaram a se soltar e, timidamente, tentavam chegar ao gol de Victor, que voltava ao time após longo período de inatividade. Aos 19, Cascata bateu falta da intermediária e a bola passou perto do travessão alvinegro.
O primeiro gol do jogo esteve perto de sair aos 34. Fábio Santos foi à linha de fundo e cruzou bem para Rafael Moura, que chegou um pouco tarde. Instantes depois, foi a vez de Marcos Rocha arriscar o cruzamento da intermediária. A bola chegou na medida para o He-Man, que dessa vez não perdoou e anotou o primeiro do Galo.
O Atlético voltou para o segundo tempo disposto a sacramentar de vez sua passagem para a grande decisão do Mineiro. Aos dois minutos, Rafael Carioca dominou na intermediária e mandou uma verdadeira pedrada contra a meta de Juninho, mas a bola explodiu no travessão.
Aos 12 veio o gol da tranquilidade. Diego Borges calçou Marlone da área e o árbitro Igor Junio Benevenuto marcou a penalidade sem titubear. Robinho foi para a cobrança e bateu com tranquilidade no meio do gol, enquanto Juninho saltou para o canto direito.
Logo na sequência, Rafael Moura foi lançado pela direita, invadiu a área sem marcação e, cara a cara com Juninho, chutou para fora. O jogo estava fácil para o Galo. Aos 19, Marlone fez ótima jogada pela esquerda e rolou para Robinho, que quase na entrada da pequena área bateu à esquerda do goleiro da URT.
Apesar da tranquila vantagem no placar, o alvinegro seguia em cima e ainda criou boas oportunidades com Otero, Cazares – duas vezes – e Marlone.
No último minuto do jogo o Atlético deu números finais ao jogo. Marcos Rocha descolou lindo passe para Otero, que bateu cruzado, sem chances para Juninho.    

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -