Assalto aos Correios termina com troca de tiros e dois adolescentes apreendidos em Presidente Olegário-MG

Um deles, segundo a PM, teria pegado roupas no varal de uma residência e trocado para despistar os militares. Já o outro foi pego escondido debaixo da cama.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

índice-5.jpg
Foto: Reprodução (Câmera de Monitoramento/P.O Notícias)

Na tarde da última terça-feira (15), a central de emergência policial recebeu denúncia relatando que dois indivíduos haviam acabado de realizar um assalto à Agência dos Correios de Presidente Olegário e um policial havia intervindo na ação, trocando tiros com os meliantes, contudo os infratores conseguiram evadir.

De imediato as guarnições deslocaram e durante os rastreamentos localizaram o militar, o qual relatou que havia seguido os meliantes até uma região de mata nas imediações do centro.

O militar informou que estava na agência lotérica, localizada bem próximo aos Correios, quando foi informado por terceiros que estava ocorrendo um assalto no local. Então imediatamente deslocou a fim de averiguar a situação, quando deparou com dois indivíduos saindo da agência, sendo um dos suspeitos com um revólver prateado na mão. Neste momento o militar, o qual estava em trajes civis e de folga, apresentou-se como policial, determinou que os infratores parassem, contudo ignoraram a ordem policial e, para assegurar a posse dos bens roubados, o menor infrator de 17 anos, que portava a arma, apontou-a em sua direção ao policial e efetuou vários disparos, contudo sem acerta-lo, que então, visando resguardar sua integridade e dos demais cidadãos que se encontravam nas proximidades, o policial, utilizando a pistola marca Imbel, da carga da Polícia Militar, efetuou 08 disparos em direção aos infratores, sem contudo atingi-los, os quais empreenderam fuga a pé, sentido à Praça da Independência, embrenhando em um matagal logo em seguida.

Foi acionado reforço policial, com apoio de cães, e montado cerco em toda a região de mata. Durante as buscas, a Central foi informada que um dos suspeito havia invadido uma residência, pedido água e informações sobre um telefone público, pois precisava pedir um táxi.

Concentradas as busca próximo à residência, o suspeito de 17 anos foi encontrado saindo do interior de um imóvel fechado. Estava em sua posse o valor de R$ 1166,00 em dinheiro.

No interior do imóvel de onde saiu, foi localizada uma calça jeans, uma camiseta, um boné vermelho e uma peça de tênis (roupas identificadas como as utilizadas no crime). O suspeito confirmou que havia furtado algumas roupas no varal e trocado com as que estava vestido.

Os militares questionaram sobre a arma utilizada no crime, este relatou que havia dispensado próximo a um prédio em construção no início do matagal. A equipe policial deslocou até o ponto informado e encontrou o revólver municiado com dus munições intactas e duas deflagradas.

Questionado sobre o comparsa, o menor infrator relatou de quem se tratava, um amigo da cidade de Patos de Minas. Que quando entraram no matagal, logo se separaram. Informou ainda que havia sido convidado pelo amigo pra fazer uma “fita” porque ele lhe devia dinheiro em virtude de ter sido preso com sua bicicleta em data anterior.

De posse do apelido, os militares de Patos de Minas deslocaram à residência situada na Rua Sete Copas, bairro Morada do Sol, onde reside o segundo adolescente de 16 anos, o qual não se encontrava.

Em contato com sua mãe, esta relatou que ele havia saído de casa logo após o almoço e desde então o sabia seu destino. Apresentadas as imagens das filmagens do fato delituoso a mãe relatou que já havia as visto através dos sites de notícias e que um dos menores infratores, sem sombra de dúvidas, era seu filho.

Ante a confirmação, os policiais passaram a diligência com o intuito de localizá-lo, ocasião em que receberam informações que este havia conseguido abrigo na casa de uma moça de 26 anos, situada na Rua dos Eucaliptos.

Imediatamente as guarnições cercaram e abordaram o local indicado, onde, após chamar pela moradora, esta solicitou que esperassem que iria abrir o portão, sendo que neste momento os policiais escutaram alguém dizendo “sujo, sujo”, que em seguida o portão foi aberto e durante as buscas na residência o menor infrator foi localizado escondido debaixo da cama no quarto da moça.

Questionado, o menor infrator confessou ter participado do ato infracional em questão. Com o infrator foi localizada uma pochete preta, que continha em seu interior a quantia de R$463,50 em dinheiro, os quais, segundo ele eram referentes à ação delituosa.

WhatsApp Image 2019-01-16 at 08.33.49.jpeg
Material apreendido durante as diligências. Foto: Divulgação (Polícia Militar/MG)

Durante as buscas na residência da mulher foi localizada uma porção de substância branca, semelhante à cocaína e um rádio comunicador transmitindo na frequência da Polícia Militar.

A motocicleta utilizada na ação havia sido furtada na cidade de Patos de Minas, sendo removida ao pátio do Detran/MG.

Diante dos fatos, os menores foram apreendidos e a jovem de 26 anos foi presa. Os materiais foram entregues na delegacia de plantão.

Informações: Polícia Militar (ASCOM)

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS