Asfaltamento da MGC-352, entre Tiros e Arapuá, começa a sair do papel

Uma empresa de engenharia já foi escolhida, em licitação, e começou a elaborar o projeto, que antecede, o início das obras.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um desejo antigo da população de Arapuá e Tiros, no Alto Paranaíba, começa a se tornar realidade. O projeto do asfaltamento da MGC-352 foi licitado pelo Governo do Estado e já começou a ser elaborado. A criação dele é etapa obrigatória para qualquer grande obra e segundo responsáveis da empresa ganhadora da licitação, Porto Assunção, neste governo foram licitados apenas três projetos e o único que recebeu ordem de serviço para ser elaborado foi o desta rodovia.

O projeto está orçado em mais de 1,5 milhão de reais e já tem recursos garantidos e previsão de término até dezembro deste ano.

De acordo com o vice-prefeito de Arapuá, Emílio Boaventura (MDB), “ a elaboração do projeto é apenas o início da realização de um sonho, porém temos que acreditar e unir forças para continuar mobilizando o Estado. Já nos próximos meses iremos ao novo governador eleito, juntamente com prefeiro de Tiros e os deputados que nos representam.”

Após a finalização dos trabalhos, o novo governador, que ainda será eleito em segundo turno, no próximo dia 28, terá que incluir o valor do empreendimento no orçamento do estado.

Além do vice e do prefeito de Arapuá, João Terto (MDB), também está empenhado, na causa, o chefe do executivo municipal de Tiros, Júlio André (MDB)

O asfaltamento do trecho é uma demanda da sociedade local e também regional, visto que a via é de suma importância para integração, sobretudo na distribuição da produção de gêneros da agricultura e da pecuária. A poeira, na época da seca, e o barro, no período chuvoso, causam vários transtornos aos usuários. A única alternativa para fugir da estrada de terra batida é contornar pela BR-354, rumo a São Gotardo, porém a distância se eleva, assim como os custos com combustível.

Os engenheiros permanecerão na região pelos próximos 15 dias fazendo a medição e análise topográfica da estrada.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.