Armas dos bandidos serão usadas pela PM de Uberaba

Armas foram apreendidas após quadrilha atacar e roubar a Agência do Banco do Brasil em junho/2019.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Armas dos bandidos serão usadas pela PM de Uberaba
Foto: Divulgação (Polícia Militar/MG)

A Polícia Militar de Uberaba anunciou que utilizará as armas dos bandidos, que atacaram a Agência do Banco do Brasil, em junho.

Segundo a corporação, o Poder Judiciário autorizou que os armamentos e munições, inclusive de grande calibre, sejam usados na repressão de crimes violentos.

- Continua depois da publicidade -
Armas dos bandidos serão usadas pela PM de Uberaba
Foto: Divulgação (Polícia Militar/MG)

“Com a chegada desse armamento a Polícia Militar vai estar mais estruturada no poder de fogo contra os marginais que porventura atuarem em nossa região” afirmou a PM em nota.

Relembre: Uberaba sob Ataque

A madrugada do último dia 27 de junho (quinta-feira) não sairá da memória dos uberabenses tão cedo. Cerca de 25 bandidos armados tomaram as ruas da cidade e assaltaram uma agência do Banco do Brasil.

Durante a ação vários disparos de arma de fogo foram efetuados e aterrorizaram a população. Além disso, uma pessoa foi amarrada no capô de um veículo e usada como escudo humano durante a fuga.

A Polícia Militar fez um intenso cerco e conseguiu interceptar dez bandidos na zona rural. Eles fizeram reféns e acabaram presos após uma longa negociação. Além disso, foram apreendidas diversas armas de grosso calibre, incluindo fuzil ponto 50, capaz de derrubar aeronaves.

A quantia levada pelos assaltantes é um mistério, porém imagens de câmeras de segurança flagraram uma caminhonete cheia de dinheiro.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -