Área econômica lamenta a morte do ex-ministro Reis Velloso

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
O ministro da Economia, Paulo Roberto Guedes, divulgou nota de pesar pela morte do economista João Paulo dos Reis Velloso, hoje (19), no Rio. Segundo Guedes, o ex-ministro do Planejamento (1969-1979) foi “um dos economistas mais influentes na história do país”.

Ex-ministro do Planejamento João Paulo dos Reis Velloso morre aos 87 anos

O ex-ministro do Planejamento João Paulo dos Reis Velloso – Wilson Dias/Arquivo/Agência Brasil

Guedes destacou iniciativas de Reis Velloso, como a criação do Instituto Nacional de Altos Estudos (Inae) e a fundação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O presidente do Ipea, Ernesto Lozardo, também manifestou “imenso pesar” pelo falecimento do ex-ministro, que “dedicou sua vida a pensar e a propor soluções para tornar o Brasil um país desenvolvido”.

Conforme Lozardo, “nos anos 60, Reis Velloso foi incumbido pelo então ministro do Planejamento, Roberto Campos, de coordenar um dos mais notáveis projeto de planejamento econômico brasileiro, o Paeg. Foi o segundo dirigente do Ipea e empenhou-se para consolidá-lo como órgão de apoio à avaliação das políticas públicas do governo federal e ao planejamento estratégico do desenvolvimento econômico e social”.

Segundo relato de João Marcos Reis Velloso, filho do ex-ministro, à Agência Brasil, o economista, que tinha 87 anos, sentiu-se mal logo após se levantar da mesa café da manhã para fazer fisioterapia, por volta das 9h. Muito magro e idoso, Reis Velloso não sofria de nenhuma doença e mantinha-se lúcido. O ex-ministro deixa esposa, três filhos e quatro netos.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS