Após roubo, casal é preso e três estão foragidos

Criminosos renderam uma família e roubaram dinheiro, veículo e aparelho celular.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Carro usado no crime estava na oficina que o suspeito trabalha para conserto.
Foto: Juarez Martins

Um comerciante de 57 anos, a esposa dele de 51 anos, e o filho de 28 anos, foram feitos de reféns por bandidos na noite desta quarta-feira (23), no bairro Planalto em Presidente Olegário.  Os bandidos fugiram levando R$ 30 mil em dinheiro, um aparelho celular, uma picape e objetos da família. Um casal foi preso em Patos de Minas e três bandidos ainda estão foragidos.

De acordo com informações do boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), o comerciante e o filho chegaram em casa, no veículo Fiat/Strada. Ao abrir o portão da garagem, eles foram rendidos por três indivíduos com os rostos cobertos e armados com revólver cor preta, que anunciaram o assalto.

O comerciante disse à polícia que os assaltantes roubaram a quantia de R$ 10 mil em dinheiro do bolso dele e exigiram que o cofre fosse aberto, onde pegaram mais R$ 20 mil em dinheiro. O homem, a esposa e o filho foram amarrados com toalhas e trancados em um quarto.

Após a ação criminosa, os três ladrões fugiram levando R$ 30 mil em dinheiro, a picape Fiat/Strada, um Iphone 11, documentos pessoais e cartões de crédito das vítimas.

Diante das informações, os militares iniciaram rastreamento e localizaram a picape abandonada no bairro Sobradinho. O aparelho celular Iphone 11 foi encontrado jogado às margens da MG -354 em Presidente Olegário.

Veículo da vítima foi encontrado em Presidente Olegário.
Foto: Juarez Martins

A Polícia Militar prosseguiu com as buscas para localizar os ladrões e o restante do material roubado.

Na estrada de terra conhecida como “Trinta Paus”, que liga Presidente Olegário à Patos de Minas, os militares depararam com um veículo atolado, já chegando na terra do milho. O carro tinha as mesmas características do veículo usado no roubo e estava com cinco indivíduos ao redor. Ao perceberem a presença da PM, eles fugiram para o mato.

Após perseguição, a PM visualizou um casal sujo de barro saindo de uma plantação próxima ao bairro Chácaras Caiçaras em Patos de Minas. Ao serem abordados, eles confessaram a participação no roubo e disseram aos militares que o carro atolado era o veículo usado no crime.

O homem de 36 anos e companheira de 21 anos, ambos residentes em Patos de Minas, foram presos. O carro atolado estava na oficina que o suspeito trabalha para realização de um conserto, segundo a ocorrência policial.

Ainda de acordo com a ocorrência policial, o casal preso relatou aos militares que um jovem de 25 anos, foi quem passou a “fita” para eles, falando que na cidade de  Presidente Olegário eles iriam conseguir muito dinheiro. O casal disse ainda que foi esse jovem que os levou ao local onde praticaram o roubo, juntamente com mais três comparsas.

Dos três comparsas citados pelo casal, dois já foram identificados e a polícia faz rastreamentos para localizá-los, além de também tentar identificar o terceiro e localizar o restante do material apreendido.

O casal relatou ainda que os envolvidos tiveram participação no assalto a casa paroquial de Presidente Olegário, sendo que um cumpre prisão domiciliar, por participação em ação criminosa, sendo uma delas um roubo de cerca de R$ 500 mil de um comerciante no bairro Planalto em dezembro de 2019.

O casal preso foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil de Plantão. O carro atolado foi apreendido e levado para o pátio credenciado ao Detran-MG .

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

1 Comentário
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Cachorro louco
26/02/2022 00:06

Prendeu só os meliantes ou também alguma coisa do empresário o mais interresante os objetos do furto nunca aparecem

A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.