Após intensa perseguição dois suspeitos morrem em capotamento

A perseguição começou depois dos policiais descobrirem que o veículo era produto de roubo ocorrido no último domingo em João Pinheiro.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Na madrugada desta quarta-feira (24/10) ocorreu uma intensa perseguição acompanhada de troca de tiros na BR-365 entre as cidades de Patos de Minas e Patrocínio. Dois suspeitos morreram após capotar o veículo em fuga.

Segundo as informações da Polícia Militar, uma caminhonete que havia sido roubada em João Pinheiro no último domingo teria passado em alta velocidade pelo posto de policiamento de Patos de Minas e seguia em alta velocidade sentido à Patrocínio.

- Continua depois da publicidade -

Diante desta constatação as guarnições já montaram cercos afim de realizar a prisão dos suspeitos e recuperação da GM/S10.

A empresa de rastreamento fez o acompanhamento da movimentação do veículo em tempo real e repassou os dados para a Polícia Rodoviária Federal (PRF) que transmitiu para as viaturas via radio.

O primeiro cerco foi montado nas proximidades de Guimarânia, porém os suspeitos já haviam passado pelo trecho. A segunda barreira foi no trevo de acesso a Coromandel, porém apesar dos esforços, a caminhonete furou o bloqueio.

A partir deste instante se iniciou uma intensa perseguição. No terceiro bloqueio, já no entrocamento da MG-230 com a BR-365, os suspeitos atravessaram e começaram a efetuar vários disparos contra os policiais.

Um novo cerco foi montado, desta vez nas proximidades do Posto Rota do Sol, onde também houve confronto com as forças policiais.

Essa perseguição alucinada só terminou no perímetro urbano de Patrocínio, próximo ao Bairro Congonhas, onde os suspeitos perderam o controle do veículo, saíram da pista e capotaram. Os dois ocupantes foram ejetados para fora, sendo que um faleceu no local.

Já o segundo foi socorrido em estado gravíssimo até o Pronto Socorro. No início da manhã de hoje (24) o segundo óbito foi confirmado pela Polícia Militar.

Os suspeitos foram identificados como: G.A.A.C de 36 anos e R.B.S de 34 anos.

Apesar dos diversos atentados contra a vida dos policiais, nenhum ficou ferido.

Uma arma calibre .38 foi encontrada em posse do suspeito que faleceu. A perícia técnica compareceu e procedeu com os trabalhos. A análise inicial não constatou nenhuma perfuração oriunda de disparo no corpo, levando a crer que a causa da morte foi o impacto do acidente.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -