Após denúncia de violência doméstica, homem é preso com armas e vasto material pornográfico

Os investigadores encontraram doces, brinquedos infantis, estimulantes sexuais, motocicletas adulteradas e mais de 11 mil reais em dinheiro.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Polícia Civil prendeu um homem de 52 anos no fim da tarde desta quarta-feira (09/09) no Bairro Jardim Recanto em Patos de Minas e apreendeu armas, munições, dinheiro, motocicletas adulteradas e vasto material pornográfico. A investigação teve início após uma denúncia de violência doméstica.

Informações apuradas por nossa equipe é que uma mulher teria procurado a delegacia e relatado que era ameaçada com uma arma de fogo pelo homem de 52 anos. Os investigadores então foram na casa do suspeito e encontraram duas garruchas, um revólver calibre .38, uma réplica de revólver e uma espingarda de pressão, além de diversas munições de calibres .38, 9mm e 12. Os policiais também localizaram três motocicletas com indícios de adulteração.

Durante as buscas na casa, surgiu também a suspeita da prática de pedofilia, que agora será investigada. Na casa havia diversos tipos de presentes para crianças, como chocolates, doces, ursos de pelúcia e mais de 11 mil reais em dinheiro. Os policiais também encontraram estimulantes sexuais, preservativos e diversos aparelhos celulares que, segundo investigadores, continham imagens de cunho pornográfico.

Segundo a Polícia Civil, a denúncia foi feita pela filha e pela ex-esposa do indivíduo, as quais alegaram que ele as ameaçava com uma arma de fogo e as vigiava o tempo todo, chegando a invadir a casa delas pelo telhado. Cansadas dos abusos e de viverem com medo, procuraram auxílio na delegacia que, por meio da Delegada Dra Tatiana Carvalho Paiva, representou pela concessão de medidas protetivas de urgência e pela busca e apreensão na residência do suspeito, sendo ambas deferidas pelo judiciário.

O suspeito foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas, juntamente com o material apreendido. A PC reiterou seu compromisso com a repressão e combate à criminalidade, sobretudo a violência doméstica e familiar contra a mulher, e solicita apoio dos cidadãos, que podem denunciar de maneira anônima através dos números 181, 197, ou pessoalmente nas unidades policiais.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS