Alunos de Direito do UNIPAM participam de Júri Simulado

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

Foi realizado na manhã desta sexta-feira (08), no Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM), um júri simulado que envolveu a participação de alunos do 2º período do curso de Direito. O intuito do trabalho foi estimular competências como a oratória, o uso adequado da linguagem, a postura, a desenvoltura, a perspicácia e o raciocínio lógico.

Na ocasião foi julgado um caso extraído do filme “Risco Duplo”, que retrata um erro judicial no julgamento de uma mulher, condenada a 10 anos de prisão pela morte do marido. Após cumprir 6 anos da pena, a personagem sai da prisão em liberdade condicional e descobre que na verdade o marido está vivo. Ocorre que, ao longo da trama, ela acaba de fato cometendo o crime de homicídio contra o marido e é novamente processada e encaminhada ao Tribunal do Júri. Tal fato fere o princípio do “non bis in idem”, que estabelece que uma pessoa não pode ser processada e condenada pelo mesmo crime duas vezes.

Diante desses fatos, os alunos se dividiram em juiz, promotores, defensores, testemunhas, jurados e demais integrantes do processo, para simularem o julgamento da ré no Tribunal do Júri. Todos os integrantes se apresentaram, no Salão do Júri, devidamente caracterizados e juridicamente preparados para atuarem no caso. Ao final da sessão, os membros do júri deliberaram uma sentença favorável à ré, que foi absolvida das acusações por legítima defesa.

A aluna Maria Eduarda atuou como juiz-presidente do Tribunal do Júri. De acordo com a acadêmica, a experiência foi muito satisfatória, pois além de aprender muito, ela pôde vivenciar na prática as funções de uma juíza, cargo que ela sonha em ocupar no futuro.

Segundo Wania Alves Ferreira, professora responsável pelo trabalho proposto na disciplina de Projeto Integrador, os alunos superaram todas as expectativas. “Eles estão no início do curso, então ainda não tiveram contato com muitas áreas, como o direito penal, por exemplo. Mesmo assim, estudaram muito para fundamentarem suas teses. Estou muito orgulhosa, eles foram brilhantes”, ressaltou a professora.

Fonte: ASCOM UNIPAM

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS