Alfenas escolhe sexta candidata que concorrerá à final do Miss Prisional 2018

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Todas as finalistas que concorrerão a final do Miss Prisional 2018 já foram escolhidas durante as etapas regionais que aconteceram ao longo da semana em todo o Estado. Alfenas escolheu a sexta e última concorrente da competição em evento realizado na Universidade Federal de Alfenas (Unifal).

Kênia Polyenne Assis Arantes, de 25 anos, que cumpre pena na Penitenciária de Três Corações, representará o Sul de Minas na final do Miss Prisional, que acontecerá em Belo Horizonte, no mês de dezembro.

Em Alfenas, participaram do júri técnico a presidente do Conselho da Comunidade, Mônica Maria Rodrigues; o prefeito da cidade, Luiz Antônio da Silva; o promotor de Justiça Frederico Carvalho de Araújo; a pró-reitora da Universidade Federal de Alfenas, Eliane Rezende; o maquiador Jhonatan Maycon; o especialista em noivas Maycon Júnior dos Santos e Luciana, representando a secretaria de agricultura da prefeitura.

Miss Prisional 2018

Esta é a quarta edição do Miss Prisional, promovido pela Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), que tem como objetivo propiciar às mulheres em privação de liberdade o resgate da autoestima e a valorização pessoal, auxiliando-as no processo de reinserção na sociedade e na busca por novas perspectivas de vida.

Muito mais que um concurso de beleza, o projeto busca incluir diálogos sobre os múltiplos papéis da mulher na sociedade atual, com reflexões sobre empoderamento feminino, autoestima, valorização pessoal, importância da família, entre outros temas, que foram abordados ao longo de todo o ano nas unidades prisionais com público feminino.

O objetivo é proporcionar às mulheres presas oportunidades de reflexão sobre os fatos que as levaram à prisão e quais são as alternativas para redescobrir a vida após o cumprimento da pena. Vale lembrar que a ressocialização é um dos eixos de atuação a Seap, visto que não cabe ao Estado somente encarcerar o indivíduo.

A subsecretária de Humanização do Atendimento, Louise Bernardes Passos Leite, explica que o projeto busca promover reflexões sobre os direitos das mulheres e desmitificar o conceito de beleza. “Trabalhamos com um modelo mais inclusivo e emancipador, numa perspectiva de empoderamento, incluindo-se as transexuais do Sistema Prisional de Minas Gerais”.

Conheça as candidatas de cada região:

Norte de Minas – Sabrina dos Santos Cardoso, 23 anos, do Presídio Alvorada de Montes Claros;

Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) – Ingrid Suellen da Silva Dias, 24 anos, do Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, de Belo Horizonte;

Zona da Mata – Aline de Matos Reis, 31 anos, do Presídio de Eugenópolis;

Triângulo Mineiro – Whanis Bruna Costa Ferreira, 20 anos, do Presídio de Iturama;

Vale do Rio Doce – Raíssa Ferreira, 24 anos, do Complexo Penitenciário de Ponte Nova;

Sul de Minas – Kênia Polyenne Assis Arantes, de 25 anos, da Penitenciária de Três Corações.

Let’s block ads! (Why?)

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS