Alerj aprova veto de Pezão que mantém seu próprio salário sem corte

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Rio de Janeiro - O governador Luiz Fernando Pezão se reúne com autoridades para discutir o plano de enfrentamento ao roubo de cargas ( Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A proposta previa redução em 30% do salário do governador Luiz Fernando Pezão e de seu viceTânia Rêgo

Deputados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) mantiveram, nesta quarta-feira (30), veto do governador Luiz Fernando Pezão que garante a não redução em 30% de seu próprio salário e do vice-governador, Francisco Dornelles. A medida havia sido proposta pelo próprio Pezão, no auge da crise financeira do estado, como medida moralizadora, mas depois o próprio chefe do Executivo se arrependeu e decidiu vetar a lei que havia proposto.

Pezão argumentou que várias propostas de contingência sugeridas por ele não foram aprovadas pela assembleia, o que era condição prévia para a redução de seu salário, que serve como teto no estado, balizando a remuneração de outros altos funcionários públicos.

Para um veto ser derrubado, são necessários pelo menos 36 votos favoráveis. No entanto, a proposta que limitaria também os salários de secretários e subsecretários, teve 26 votos contra a derrubada do veto e 21 a favor, com uma abstenção.

Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ATENÇÃO: Dê preferência em utilizar sua conta do Facebook ou Google para comentar. Comentários com cinco descutidas serão submetidos a moderação. Para denunciar um comentário, clique na bandeira vermelha.
Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.