Alerj aprova veto de Pezão que mantém seu próprio salário sem corte

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Rio de Janeiro - O governador Luiz Fernando Pezão se reúne com autoridades para discutir o plano de enfrentamento ao roubo de cargas ( Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A proposta previa redução em 30% do salário do governador Luiz Fernando Pezão e de seu viceTânia Rêgo

Deputados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) mantiveram, nesta quarta-feira (30), veto do governador Luiz Fernando Pezão que garante a não redução em 30% de seu próprio salário e do vice-governador, Francisco Dornelles. A medida havia sido proposta pelo próprio Pezão, no auge da crise financeira do estado, como medida moralizadora, mas depois o próprio chefe do Executivo se arrependeu e decidiu vetar a lei que havia proposto.

Pezão argumentou que várias propostas de contingência sugeridas por ele não foram aprovadas pela assembleia, o que era condição prévia para a redução de seu salário, que serve como teto no estado, balizando a remuneração de outros altos funcionários públicos.

Para um veto ser derrubado, são necessários pelo menos 36 votos favoráveis. No entanto, a proposta que limitaria também os salários de secretários e subsecretários, teve 26 votos contra a derrubada do veto e 21 a favor, com uma abstenção.

Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.