Ala exclusiva a COVID-19 começa a funcionar na UPA de Patos de Minas

Foram disponibilizados leitos clínicos e leitos com respiradores.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Lélis Félix (Triângulo Notícias)

A instalação de uma estrutura própria, isolada, para receber pacientes com sintomas gripais na Unidade de Pronto Atendimento de Patos de Minas foi concluída neste fim de semana. A ala, que recebe o nome de Centro de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19, foi montada no estacionamento da UPA, permitindo acesso independente.

O centro foi oficialmente apresentado pela Secretaria Municipal de Saúde na manhã desta segunda-feira (22). O local possui ambulatório e enfermaria, onde estão leitos clínicos e leitos com respiradores, para estabilizar doentes que necessitem dessa intervenção. “São UTIs semi-intensivas, com recursos humanos e tecnológicos muito semelhantes aos da unidade de terapia intensiva. O paciente ficará internado até conseguir transferência para um hospital convencional”, explica Carlos Rezende. No espaço reservado a pessoas com sintomas gripais e Covid-19, há ainda área para triagem, sala para coleta de exames e consultórios médicos.

- Continua depois da publicidade -

“Desde o início da pandemia, a UPA já recebe pacientes com suspeita de contaminação por coronavírus. Foi destinada uma área dentro da unidade para essa finalidade. Contudo, para ampliar o atendimento e oferecer mais segurança a equipes e pacientes de forma geral, estruturamos esse novo local. Avaliamos como sendo a opção mais rápida e viável neste momento, pois aproveitamos a estrutura funcional da UPA, agilizando o processo e reduzindo custos”, disse o titular da Saúde. Segundo ele, será disponibilizada também uma ambulância com UTI exclusivamente para o Centro de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19.

Esse espaço, assim como a UPA, funciona no sistema de pronto atendimento, ou seja, não é necessário agendamento. A ala isolada destina-se principalmente para as pessoas com sintomas mais característicos da doença – coriza, febre, tosse e falta de ar. “Lá temos a triagem e o ambulatório, onde o paciente será medicado, se necessário, e depois retornará para casa”, explicou Carlos Rezende. Em caso de sintomas gripais mais leves, as UBS continuam sendo a referência para atendimento.

Ao falar do Centro de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19, o secretário de Saúde destacou a importância de as demais doenças não serem negligenciadas. “Sobretudo quem tem doenças crônicas, como hipertensão, diabetes, deve fazer o acompanhamento clínico e não deixar o estado de saúde se agravar.”

Fotos: Triângulo Notícias e Prefeitura de Patos de Minas

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -