Água brota no Centro e gera impasse entre Prefeitura e COPASA

Técnicos da Copasa e da prefeitura estiveram no local para analisar o caso.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um olho d’água se formou debaixo do asfalto na Rua Farnese Maciel no Centro de Patos de Minas.  A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA) chegou a perfurar o local, pensando se tratar de um vazamento na rede de abastecimento, porém teria descoberto que a água seria de uma nascente. Já a Prefeitura de Patos de Minas investiga se a água represada é mesmo de uma mina d’água e não descartou a possibilidade de ser da rede de esgoto.

A COPASA foi acionada após um comunicado de vazamento de água. Os técnicos foram ao local no domingo (24/04) e furaram o asfalto, porém descobriram que a água não era da rede de abastecimento, mas possivelmente de uma mina d’água.

Segundo um funcionário da COPASA, a nascente é antiga e surgiu nos fundos do prédio do Banco do Brasil. Com as chuvas que caíram no início do ano em Patos de Minas, o volume ficou maior e a água começou a brotar na Rua Farnese Maciel.

A assessoria de comunicação da prefeitura informou que uma equipe técnica já esteve no local com profissionais para analisar o problema. Ainda não está descartada a possibilidade de a água represada ser da rede de esgoto, portanto não se pode afirmar que na região há uma mina d’água. Nesta quinta-feira (28), a equipe da prefeitura trabalhará no local para certificar a origem do problema e, sendo de competência da prefeitura, irá solucioná-lo.

A COPASA também emitiu nota sobre a situação:

A Copasa informa que esteve na rua Farnese Maciel, Centro de Patos de Minas, na manhã desta quarta-feira (27/04), acompanhada por representantes da prefeitura municipal, que assumiram o caso da mina d’água.

A empresa recebeu um comunicado de vazamento de água no referido endereço e enviou técnicos ao local no domingo (24/04), ocasião em que realizaram a abertura da vala. No entanto, as equipes constataram que não se tratava de um vazamento, mas sim de uma mina d’água que se origina nas proximidades de um prédio. Portanto, não é de responsabilidade da empresa.

 

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.