Agrônomo de Patos de Minas luta para recuperar a saúde após infecção por COVID-19

Depois de mais de trinta dias em UTI, paciente de 38 anos segue tratamento em casa, com acompanhamento médico e psicológico.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Covid-19 não acarreta complicações de saúde apenas em idosos ou em pessoas com fatores de risco, como muitos imaginam. Embora com menor ocorrência, homens e mulheres mais novos acometidos pela doença também têm necessitado de internação. E a jornada dos mais jovens em leitos de hospitais não é necessariamente menos sofrida do que para os maiores de 60 anos. Que o diga o engenheiro agrônomo Bruno Teixeira Anderle, de 38 anos, que ficou em UTI mais de 30 dias em razão de infecção por coronavírus.

“Ele começou a sentir sintomas em 10 de julho. No dia 19 foi para o hospital, e já o levaram direto para a UTI”, conta a esposa de Bruno Anderle, relatando que a rotina do marido após alta médica, no fim de agosto, não tem sido fácil. “Hoje ele faz acompanhamento com nutricionista, fisioterapia, psicólogo, neurologista. Irá também ao angiologista. Está muito esquecido, perdeu parte da memória recente”, diz Valéria Beatriz Souza Anderle.

- Continua depois da publicidade -

Apesar dos muitos desafios no pós-Covid, o agrônomo tem conquistas para comemorar, como o fato de já estar caminhando sozinho e se comunicando bem, mesmo após passar por uma traqueostomia que o deixou com a voz rouca. Uma série de medicamentos passaram a fazer parte do dia a dia dele. “São muitos remédios, pra convulsão, pra pressão e anticoagulante. São doses altas”, conta a esposa dele.

Em vídeo recém-divulgado, Bruno Anderle agradece a todos que torceram por sua recuperação e comemora a vitória sobre o vírus (assista abaixo). “Outro ponto que quero agradecer é o dom da vida. Hoje estou em casa, mesmo que debilitado pela voz e pelos músculos que ainda não voltaram ao normal. Deus me deu esse dom, e eu posso ter a presença dos meus filhos e da minha família”, diz ele, finalizando: “Um abraço a todos e muito obrigado!”.

Incidência – Notícia publicada ontem no portal da Prefeitura de Patos de Minas chamou atenção para o aumento no número de jovens e jovens adultos diagnosticados com Covid-19 a partir de meados de setembro. O grupo de 30 a 39 anos foi o mais afetado no intervalo do dia 14 a 25 deste mês, com 61 pacientes positivos.

Analisando desde o início da pandemia, essa faixa etária também é a mais acometida pelo coronavírus tanto em Minas Gerais quanto no município, respectivamente com 19,6% e 25,2% do total de casos confirmados. Cerca de sete mil pacientes de 30 a 39 anos morreram no estado em razão da Covid-19; em Patos de Minas foram dois óbitos.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -