Agentes realizam mutirão de limpeza em lotes no distrito de Alagoas

Descarte irregular de lixo dificulta prevenção contra a dengue, uma vez que materiais que podem acumular água favorecem a reprodução do mosquito transmissor da doença.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Programa Municipal de Combate à Dengue (PMCD) está atento aos locais que possam transformar-se em criadouros do Aedes aegypti. Lotes vagos estão entre eles, pois são comumente utilizados pela comunidade para descartar lixo inadequadamente. Esse mau comportamento ocorre tanto na área urbana quanto na rural, que também tem sido alvo do trabalho dos agentes de combate a endemias.

Na última segunda-feira (12), por exemplo, eles realizaram mutirão para recolher materiais inservíveis no distrito de Alagoas. Durante a ação, os servidores visitaram dezenas de terrenos baldios e recolheram grande quantidade de garrafas, lixo doméstico, sacolas plásticas, latinhas e vários outros materiais que podem acumular água. Na cidade, o mesmo trabalho foi executado recentemente nos bairros Centro e Lagoinha.

Para a coordenadora do PMCD, Daniele Nunes, é muito importante a conscientização de todos quanto à necessidade da destinação adequada aos materiais inservíveis. “Só é possível vencer a guerra contra o Aedes aegypti se todos unirem forças. Felizmente, este ano as notificações estão em número aceitável, mas qualquer descuido pode nos levar a números preocupantes e a uma epidemia como a de 2019″, alerta.

LIRAa – O segundo Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes Aegypti (LIRAa), realizado em março, apontou índice de infestação de 2,9 (médio risco). O resultado foi 0,7 pontos maior em comparação ao estudo realizado em janeiro deste ano. Na ocasião, foram visitados 3.725 imóveis em todos os bairros da área urbana de Patos de Minas.  Durante o levantamento, os principais criadouros encontrados foram tambores, depósitos a nível do solo, latas, pratos colocados embaixo de vasos de planta, bebedouro de animais, lixo doméstico e de construção. “Isso prova que, por mais que nossos agentes estejam ativos e vigilantes, é essencial o cuidado de cada cidadão, seja com o quintal da própria casa, seja ao descartar o lixo que produz”, finaliza a coordenadora do PMCD.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Para denunciar um comentário ofensivo clique na bandeira vermelha.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.