Advogado com leucemia busca doadores de medula óssea

Devido a grande demanda, o Hemonúcleo de Patos de Minas criou horários para o cadastro de doadores de medula óssea.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Hemocentro de Patos de Minas, situado na Rua Major Gote, 1255, no Centro, mudou o horário de cadastro de doadores de medula óssea. A medida foi tomada por conta do aumento na procura pelo cadastro, um pedido feito pelo advogado patense Rodrigo Carvalho, diagnosticado com Leucemia.

Os interessados em realizar o cadastro devem fazer o agendamento pela internet (www.hemominas.mg.gov.br) ou pelo aplicativo APP MG. O médico gerente técnico do Hemonúcleo de Patos de Minas, Rafael Oliveira Rocha, explicou que a mudança no horário para cadastro de medula óssea mudou por conta do aumento de interessados e as restrições de distanciamento da pandemia.

A demanda de cadastro nos últimos dias aumentou bastante na cidade devido a campanha feita por um advogado patense que foi diagnosticado com Leucemia, o que fez o Hemonúcleo de Patos de Minas definir os horários para estes cadastros.  Os horários ficaram definidos das seguintes maneiras:

  • Segunda-feira: 13h30 às 14h30;
  • Terça a sexta-feira: 11h às 12h;

Doadores de sangue podem fazer o cadastro de medula óssea durante a doação. Os horários para doação de sangue são:

  • Segunda-feira: 14h30 às 18h30;
  • Terça a sexta-feira: 7h às 11h.

Rafael explicou que as pessoas que querem se cadastrar para doar medula óssea devem ter entre 18 e 55 anos, gozar de boa saúde e que não tenham doenças infecciosa ou hematológica. O médico também explicou que o cadastro é nacional e que não é destinado a uma pessoa específica. O cadastrado pode ser chamado para fazer a doação da medula caso seja compatível com qualquer paciente no mundo.

O Patos Notícias mostrou no inicio do mês de junho a situação do advogado patense Rodrigo Carvalho, diagnosticado com leucemia e que na época precisava de doações de sangue para o tratamento, que acontece em Nova Lima/MG, região metropolitana de Belo Horizonte. Agora, ele busca doadores de medula óssea, já que os familiares dele não são compatíveis.

Rodrigo deu início a uma campanha nas redes sociais para que as pessoas se cadastrem para fazer transplante de medula óssea. O advogado pede para as pessoas procurarem o Núcleo Regional do Hemominas de Patos de Minas para realizar o cadastro.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.