400 hectares de mata foram queimados em incêndio na região de Serra Negra, diz bombeiros

Equipes do Corpo de Bombeiros já trabalham seis dias seguidos no combate às chamas.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Helicóptero usa bolsão de água para combater os focos de incêndio.
Foto: 12º BBM/divulgação.

Nesta sexta-feira (20/08), já vai para seis dias de trabalho do Corpo de Bombeiros de combate a um incêndio na reserva florestal do entorno do antigo Hotel Serra Negra em Patrocínio. 20 militares, cinco viaturas, um drone e até um helicóptero trabalham para combater os focos de incêndio em meio a mata fechada.

O incêndio acontece na região da Estância Mineral Serra Negra, região rural de Chapadão de Ferro, no município de Patrocínio. Segundo o capitão Lucas Maia do Corpo de Bombeiros, que comanda a operação no local, já foram queimados cerca de 400 hectares da reserva florestal.

Além de militares lotados em Patrocínio e Patos de Minas, a operação conta com reforço de equipes especializadas de Belo Horizonte e de Uberaba. Uma base de operações foi montada no antigo Hotel Serra Negra para comandar as ações das equipes.

O capitão Maia explicou que os bombeiros utilizam um drone para identificar os principais focos de incêndio. O helicóptero é usado para desembarcar as equipes em locais estratégicos de combate e também com bolsões de água, que é jogada nas áreas mais criticas e de difícil acesso.

O capitão disse ainda que a dificuldade dos bombeiros é que o local é de difícil acesso, bastante íngreme, com árvores caídas e muito pedregoso. Segundo ele, as equipes conseguiram adentrar em alguns pontos de mata, onde foi possível a extinção de focos de incêndio. A maior dificuldade no combate ao incêndio é que árvores de grande porte em chamas caem e levam o fogo para árvores mais a baixo, provocando outros focos.

O trabalho dos bombeiros nesta sexta-feira teve início antes do amanhecer. Mesmo sem luminosidade, o drone pode identificar os focos de calor e com isso os bombeiros montaram estratégias de combate. Ainda de acordo com o capitão, durante a manhã, as baixas temperaturas auxiliam na extinção das chamas.

 

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.